Compartilhar

Uma das coisas que mais nos fascina é o momento que precede o sexo, aquela hora em que a conversa ou qualquer outra coisa deixa de ser importante e passa ser mero pano de fundo para as pequenas provocações, brincadeiras e troca de sinais. É o jeito sutil de um dizer ao outro:

“Hoje eu quero você.”

É gostoso demais prolongar esse momento ao máximo e curtir cada detalhe. Cada um deles.

Cabelo, pele e desejo nos olhos

Aquela brincadeirinha com os cabelos, em que ela mexe no cabelo todo como se fosse prendê-lo, aquela displicência que tem, como pecado original, mostrar a nuca, a pele, levantar o colo, fazer carinhas danadinhas quando só brincam com as pontinhas e ficam enrolando com os dedos como se quisesse fazer cachos.

O sorriso com leves pitadas de maldade. Algumas fazem com o canto da boca, outras mordem de leve os lábios e ainda tem aquelas que, pra fazer um jogo ainda mais potente, unem um sorriso maravilhoso com o olhar bem penetrante, definindo de cara o que quer.

Aquele sorrisinho…

…e, ah, aqueles olhinhos

As mãos levemente suadas, os pelinhos do braço arrepiados, o sorriso tímido mas complacente. São vários os sinais que poderiam ter absolutamente nada com o sexo, mas que são fundamentais para dar sequência na noite que, com isso, tem tudo pra ser deliciosa.

Você sabe e ela também sabe. Não há mais porque duvidar e ter pressa

Dizem que são poucas as mulheres que tomam a iniciativa na hora do sexo, a maioria prefere que os homens tomem a atitude. Eu concordo, mas todas elas sabem exatamente como nos pedir sem precisar dizer uma palavra.

Tem todo aquele lance das palavras, do jeito de falar. Há o toque, de leve, a alcinha que cai pelo ombro, as mãos que acariciam as pernas, arruma a barra da saia. Essas movimentações aparentemente pudicas querem, na verdade, direcionar o nosso olhar para a pele, para a sedução metódica.

É um jogo dos mais gostosos de jogar. A pressa se faz desnecessária. Ela já está se despindo, antes de mais nada, de qualquer culpa ou negação. São esses momentos que precedem o sexo que as mulheres ficam nuas antes mesmo de tirar a roupa. O decote apertado entre os braços, o cruzar de pernas, a risadinha de qualquer besteira que você fala. Ela está pronta e, com essa certeza no olhar, não há porque abrir o jogo, se apressar nos movimentos.

É só deixar ela se despir para você e pra ela mesma e, depois disso, a nudez e o sexo em sí será, com toda a certeza, bem melhor.

Comments

comments

Compartilhar

Deixe uma resposta