Compartilhar

manu2360 Os jornalistas presentes na sala de imprensa neste sábado, 28, primeiro dia do Lollapalooza 2015, tiveram uma surpresa muito agradável. Sem fazer alarde, o americano Perry Farrell, criador do festival, chegou ao local. Taça de champanhe rosé na mão, ele para logo na primeira mesa. Quer ver os fotógrafos editando as fotos do evento. Em seguida, segue pela sala, observando.
Muitos dos presentes nem se dão conta de que ele está ali. Farrell aproveita o momento: enche a mão de amendoins. Uma jornalista se aproxima e ele conversa tranquilo. Logo em seguida, é retirado por seus acompanhantes.

“A melhor coisa sobre o festival no Brasil é isso”, diz ele, apontando para o autódromo lotado. “Olhe para este lugar, lotado, com montanhas, pessoas em todos os espaços. Em outros lugares é tudo plano. Só de olhar isso você já percebe o quanto é incrível. Não é lindo? E, além disso, a música cura tudo, você sente”, diz ele, tranquilo e orgulhoso do “filho”.

(fonte/materia: Ego)

Comments

comments

Compartilhar

Deixe uma resposta