Compartilhar

Por Redação Backstages  

morder-1Uma operação da Polícia Civil no Ceará resultou na primeira apreensão no Estado de uma droga sintética conhecida como Metilona. A nova substância, considerada mais forte que a MDMA, entorpecente com princípio ativo do ecstasy, tem entre seus efeitos o canibalismo. Foram apreendidas 90 gramas.

A nova droga pode gerar efeito pelo simples manuseio. Policiais que manusearam o entorpecente chegaram a sentir tonturas. De acordo com a delegada da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), Patrícia Bezerra, a substância é vendida por grama e por um alto valor, não revelado pela Polícia.

A Metilona pode ser fumada, cheirada ou colocada em contato com alguma mucosa como a gengiva. Conforme a Polícia, a droga vinha da China e chegava pelos correios, sempre em pequenas quantidades dentro de outros objetos.

A substância já havia sido apreendida em 2012, em São Paulo, mas ninguém foi preso, visto que a Metilona ainda não tinha entrada na lista de drogas da Anvisa.

Canibalismo
A delegada Patrícia Bezerra informou que a droga é nova e que foi a primeira apreensão do produto no Ceará. A investigadora acrescentou que há registro de pessoas que praticaram o canibalismo após usarem a substância.

“Como é uma droga nova, os efeitos ainda são poucos conhecidos por nós. A gente sabe que ela usa o MDMA (metilenodioximetanfetamina), que é o princípio reagente de outras drogas. No caso da metilona, é um efeito devastador, há relatos nos Estados Unidos que os usuários dela praticam até o canibalismo”, disse a delagada da DCTD.

Comments

comments

Compartilhar