Compartilhar

Por Kenzi Marinho  

Os reis da música eletrônica embolsaram US$ 270,5 milhões em 2016 (1% a menos que um ano atrás) à medida que cruzavam o globo tocando e assinando contratos com marcas como 7Up e Tag Heuer.

Calvin Harris arrecadou US$ 63 milhões e se tornou o artista mais bem pago da música eletrônica, gênero definido pela mistura de sintetizadores, vocais estridentes e shows de luzes psicodélicas, pelo quarto ano consecutivo. O DJ escocês, que ganha mais de US$ 400.000 por show em Las Vegas, já desejava o topo da lista há tempos. “Quero ser o produtor-compositor número um de todos os tempos”, disse a FORBES há vários anos.

Alguns dos DJs da lista também fizeram dinheiro em outros gêneros musicais, além da música eletrônica, como Skrillex, que ajudou no retorno de Justin Bieber aos holofotes, produzindo cinco faixas do álbum “Purpose”. Outros estão saindo do ramo. Avicii anunciou que vai se aposentar após o verão no Hemisfério Norte.

As estimativas de FORBES incluem ganhos com shows, merchandising, músicas gravadas e negócios. Os valores foram calculados de acordo com os ganhos entre junho de 2015 e junho de 2016.

Veja na galeria abaixo os 12 artistas da música eletrônica mais bem pagos do mundo:

1° Calvin Harris
Ganho total:US$ 63 milhões

Enquanto seu romance com Taylor Swift acabou, sua carreira está melhor do que nunca. Harris ainda é dono de sua mansão/boate em Las Vegas, onde é de longe o DJ mais bem pago na cidade. Ele faz tantos shows que nem se preocupa em dormir depois, voa direto pra casa.

2° Tiësto
Ganho total:US$ 38 milhões

Com um salário de seis dígitos por mês e 100 shows realizados no ano passado, o holandês de 47 anos continua a todo vapor.

3° David Guetta
Ganho total:US$ 28 milhões

Guetta se mantém no top 3 este ano e também se mantém como um dos mais bem pagos em Las Vegas, onde mora no hotel The Wynn. Ele também compôs a música tema para a Eurocopa de 2016, na França.

4° Zedd
Ganho total:US$ 24,5 milhões

Nascido na Rússia e criado na Alemanha, esse DJ teve a maior ganho anual na sua carreira graças a uma série de shows lucrativos em festas e festivais.

5° Steve Aoki
Ganho total:US$ 23,5 milhões

Esse DJ se casou e operou as cordas vocais, mas ainda assim conseguiu fazer impressionantes 198 shows durante o período selecionado por FORBES. Considerado como o performer que mais trabalha por muitos da indústria da música eletrônica, ele não se limitou apenas a fazer shows, mas também conseguiu um papel no filme oficial do jogo eletrônico Angry Birds.

6° Diplo
Ganho total:US$ 23 milhões

Thomas Pentz, mais conhecido como Diplo, rodou o mundo tanto em sua carreira solo quanto com Major Lazer e Jack Ü. Ele coescreveu o hit de 2015, “Lean On”, que já tem, 800 milhões de reproduções no Spotify. Ele também fez história como o principal artista de música eletrônica ao se apresentar em Cuba desde que os laços diplomáticos entre os EUA e o país caribenho foram restabelecidos.

7° Skrillex
Ganho total:US$ 20 milhões

Nascido Sonny Moore, esse DJ foi a força motriz da volta da carreira de Justin Bieber, produzindo cinco faixas do álbum do popstar “Purpose”. A maioria dos lucros de Skrillex vem de seus shows e de suas colaborações com Jack Ü, dupla com o DJ Diplo.

8° Kaskade
Ganho total:US$ 19 milhões

Aos 45 anos, o pai de três crianças começa a mostrar sinais de desaceleração. Em uma entrevista recente a FORBES, ele alegou que seus ganhos eram sempre publicados menores do que realmente são. Em maio, um show de Kaskade lotou o Los Angeles Convention Center, que tem mais de 20.000 assentos.

9° Martin Garrix
Ganho total:US$ 16 milhões

Aos 20 anos, Garrix é o mais jovem da lista. Ele também é o novo rosto da relojoaria Tag Heuer e tem o mesmo assessor que Justin Bieber.

10° Dimitri Vegas & Like Mike
Ganho total:US$ 15,5 milhões

Os irmãos greco-belgas são mais conhecidos na Europa do que em Las Vegas. Apesar disso, a dupla está marcando presença ao redor do mundo com pagamentos de seis dígitos, na maioria de grandes festivais.

11° Afrojack
Ganho total:US$ 15 milhões

O DJ holandês fez mais de 50 shows durante o período selecionado, aumentando seus ganhos com acordos e apresentações não musicais, como uma coleção com a G-Star Raw, marca de roupas e acessórios.

12° Avicii
Ganho total: US$ 14,5 milhões

Se aposentar com 26 anos? Esse é o plano de Avicii, que tem como objetivo fazer seu último show no final do verão do Hemisfério Norte. Porém, ele continuará fazendo música, através, de acordos lucrativos como os que tem com a Volvo e a Ralph Lauren.

Fonte: Forbes Brasil

Comments

comments

Compartilhar