Ultra Brasil / Créditos: Kenzi Marinho
Ultra Brasil / Créditos: Kenzi Marinho

O ano de 2017 já chegou ao fim. E neste ano, aconteceram muitos eventos importantes para a música eletrônica no Brasil. Uns já conhecidos, outros que tiveram sua primeira edição, mas que vieram com tudo, outros que tiveram sua ascensão, e os já tradicionais. Uns com muitos acertos, uns com alguns erros, porém, sempre bem sucedidos. Este ano, presenciou-se que essa indústria a cada ano que passa, vem trazendo cada vez mais público, e movimentando ainda mais capital. Os que não conheciam esse mundo, e tiveram a oportunidade de conhecer esse ano, a certeza de que em 2018 irão querer guardar ainda mais lembranças é certeira. E os que já acompanham, em 2018 irão se preparar, pois tem muito evento, festival, e festa boa por vir.

Então aqui vai, uma pequena amostra do que foi 2017. Vem relembrar os bons momentos vividos, todas as boas sensações sentidas, as noites passadas com os amigos, e a certeza de que 2017 vai ficar na memória (se você se lembrar de todas as noites né?) [rs]. E uma dica que deixo é: VEM 2018! VEM QUE VAI TER MUITO MAIS!

  • Rio Music Carnival que aconteceu na Marina da Glória, no RJ, em pleno carnaval carioca, esse ano, rolou na área externa e trouxe uma super produção. Trazendo no seu line-up Illusionize, Vintage Culture, Afrojack, Dashdot, Dimitri Vegas & Like Mike, Gabriel Boni, D-Groov, Ftampa, Cat Dealers, entre outros. E a edição de 2018 já está confirmada, e traz Alesso e Armin Van Buuren.
  • Ultra Music Festival que rolou em outubro, durante 3 dias. Teve seus acertos e erros, e suas críticas, como o livre acesso no seu último dia, devido a uma lista aberta, que possibilitou pessoas que não tinham ingresso, a ingressar no festival de graça. Dentre tudo, o evento não deixou a desejar, trouxe artistas de peso, e também inovou, trazendo um palco de puro psy e prog (que também não deixou a desejar). Trazendo uma imensa produção de cenografia e efeitos, no seu main stage passou Steve Angello, David Guetta, Alesso, Armin Van Buuren, MarshMello, Jamie Jones etc.
  • Rock In Rio esse ano trouxe um palco voltado somente para a música eletrônica, com uma nova estrutura de um total de 1.351 metros quadrados, e com a cabine do dj mais perto do público e uma programação com duração de 22h às 4h. Por ele passaram artistas como The Black Madonna, Groove Delight, um B2B de DJ Marky e Mau Mau, Chemical Surf, Flow e Zeo, Leo Janeiro, Mumbata, Bruno Martini, Bruno Furlan, Zerb, Vintage Culture etc. Esse palco, permitiu que o pessoal do palco mundo também curtisse este, já que os shows do Palco Mundo terminavam às 2h.
  • Lollapalooza que aconteceu no Autódromo de Interlagos dividido em dois dias, apesar dos erros que cometeu esse ano, como por exemplo, a má organização e suas longas filas, destinou um palco à cena eletrônica, “Palco Perry’s”, que por ele passaram nomes como Victor Ruiz, MarshMello, Ricci, Martin Garrix, Nervo, Borgore, Vintage Culture, Don Diablo, Oliver Heldens, G Eazy etc.
  • XXXperience que rola no interior de SP, em ITU, comemorou seus 20 anos em 2017, elaborou todo um contexto especial para essa comemoração, trazendo também um documentário para o público de toda a história desse festival lindo, contou com um line de mais de 50 atrações, e muitas surpresas. Contando com 4 palcos, por eles passaram, Alok, Gabe, Astrix, Devochka, Vegas, Pixel, Berg, Astrix, Mandragora, Liu, Lucas O’brien, Victor Ruiz, Boris Brejcha, Chapeleiro, Vinni Vici, Vinne, KVSH, Gustavo Mota, Cat Dealers, Chemical Surf, Oliver Heldens, dentre muitos outros que fizeram parte desse dia marcante.
  • Playground Music Festival que comemorou seus 12 anos em 2017, festival que vem arrastando um grande público, e por fazer uma mistura de música eletrônica e parque de diversões, já passou por muitos lugares em todo o Brasil e cresceu muito durante esses anos, tendo realizado em média umas 70 edições ao longo da sua jornada. Este ano, o festival ocorreu em São Paulo(SP), Rio de Janeiro(RJ), Florianópolis(SC), Bahia(BA) e agora em 2018 rola em Recife(PE), e pelos seus palcos se apresentaram nomes como, Ace Ventura, Mandragora, Liquid Soul, Paranormal Attack, Liquid Ace, Vegas, Sanjaka, Belik Boom, Hunter Game, Burn inn Noise, GMS, Captain  Hook, Finnebassen etc.
  • KING Festival o maior festival de música eletrônica do Nordeste, que acontece em Recife(PE), conta sempre com uma grande atração internacional, no decorrer de todas as suas edições. E a edição deste ano, foi totalmente repaginada, e de tirar o fôlego. Com cenografia e lugar diferente, contou com muitos acertos, e teve tudo pra ser festival de renome nacional. Esse ano passaram pelos seus palcos, Selva, Felguk, W&W, Raul Mendes, Vegas, Capital Monkey, Droidstep, Altruism,Cedric Gervais, Ashley Wallbridge, Bhaskar, Sevenn, Liu, Bruno Martinni dentre outros.
  • Brazilian Bass esse ano que trouxe Alok como headliner, teve duas edições, as quais ocorreram na Zona Portuária do Rio de Janeiro(RJ) e no grande club, Green Valey em Santa Catarina(SC). Esse ano passaram por ela nomes como, Sevenn, Liu, Selva, Doozie, Earstrip, Dan Lypher etc.
  • Elrow festa originária da Espanha, teve a sua primeira edição no Brasil esse ano, e parece não ter desapontado o público, muito pelo contrário. Essa festa que é conhecida como “a festa mais louca do mundo”, trouxe como tema o Taj Mahal para esta edição. Rolou no Estádio do Canindé em SP. E garantiu ao público uma experiência diferente de qualquer outra já vivida nas festas daqui. Djs como, Soldera, Bastian Bux, Andhim, Patrick Topping, Toni Varga, entre outros, fizeram dessa experiência ainda mais incrível.

backstages.com.br/uma-pequena-restrospectiva-dos-festivais-de-2017

  • Só Track Boa Festival essa festa na qual já passou por muitos lugares, e onde também já passaram muitos nomes, tomou uma grande proporção, trazendo um público enorme e fiel, virou muito mais que uma festa. Se tornou uma marca. Esse ano a festa passou por estados, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte etc. Mas o festival teve sua segunda edição e rolou em São Paulo, no Estádio do Canindé. Esse ano, Alex Stein, Bruno Furlan, Cat Dealers, Chemical Surf, Jord, Claptone, Vintage Culture, DJ Glen, Kyle Watson, Fatnotronic, Illusionize, Croatia Squad etc, fizeram parte dessa edição.

Obviamente, aconteceram muitos outros festivais ao longo do ano pelo Brasil, mas essa é apenas uma pequena retrospectiva. Em 2018 há muitos outros já confirmados, e outros ainda em especulação. Mas o bom são as experiências e as boas recordações que guardamos de cada um deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here