Carvalheira na Ladeira 2018 / Créditos: Wesley Allen
Carvalheira na Ladeira 2018 / Créditos: Wesley Allen – I Hate Flash

Carvalheira na Ladeira realizou, com muito sucesso, mais uma edição no carnaval de Olinda-PE. Foram 5 dias com atrações de todos os estilos musicais. Pelo palco passaram Alesso, Vintage Culture, Dennis DJ, Latino, Saulo e muito mais.

Os ingressos acompanhados da camisa do evento custavam de R$350 a R$550 por dia de evento. Nós da Backstages estivemos na segunda feira (13) para confirmar o selo Carvalheira de qualidade.

No dia 13 se apresentaram Silvério Pessoa, Saulo, Latino e Alesso. O evento disponibilizou um open bar, muito completo, espalhado pelos 4 cantos do local. A distribuição de bebidas ocorria também no fronstage, dispensando a necessidade de um deslocamento maior de quem estava mais próximo ao palco. Além disso, alguns petiscos também eram distribuídos para o público.

Carvalheira na Ladeira 2018 / Créditos: Ariel Martini
Carvalheira na Ladeira 2018 / Créditos: Ariel Martini

O Carvalheira montou uma estrutura física de dar inveja a muitas festas consagradas internacionalmente. Com o ambiente climatizado naturalmente, áreas cobertas e livres, piso preparado e espaço grande o suficiente para acomodar todos com conforto, área de descanso/convivência e banheiros bem preparados, se fez uma estrutura impecável.

A equipe do evento também foi destaque, funcionários bem educados e dispostos a ajudar em qualquer situação fizeram com que o evento caminhasse da forma que deveria ser.

Com clima carnavalesco, o público também foi destaque em animação. Sem grandes problemas visíveis.

Alesso foi o último a se apresentar, com um set muito similar às suas últimas apresentações no país, o DJ encontrou um público reduzido e um pouco cansado da maratona de shows do dia. No decorrer do show, Alesso foi conquistando o público com seus sucessos, apresentando também seu remix de “Vai Malandra” e encerrando com chave de ouro com um mashup de “Cool” e “Lions in The Wild” do Martin Garrix.

Um ponto a ser estudado/melhorado para as próximas edições é a chegada/saída do local do evento. Com pouca iluminação e sinalização, o público que decidir sair do evento utilizando algum aplicativo de transporte irá passar por algumas dificuldades.

Foi disponibilizado também, um translado ida e volta para um shopping central da cidade no valor de R$30.

Por fim, o Padrão Carvalheira foi aprovado. Esperamos retornar ao evento com mais atrações do meio eletrônico e que eventos como esse, que se preocupam com o público, possam ser disseminados pelo país, cada vez mais.

carvalheira_na_ladeira_backstages_5
Carvalheira na Ladeira 2018 / Créditos: Ariel Martini – I Hate Flash

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here